O Hospital Geral “Henrique Altimeyer” de Vila Alpina – HEVA faz parte da política do Estado de São Paulo em desenvolver parcerias com entidades privadas, filantrópicas e sem fins lucrativos para gerenciar hospitais públicos, denominadas Organizações Sociais de Saúde – OSS.

Inaugurado em 11 de dezembro de 2001  seu Pronto-Socorro funciona no modelo “porta-aberta”, totalizando uma média de 15 mil atendimentos por mês.

É um Hospital Geral de nível Secundário, que presta assistência em Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia, Clínica Médica, Ortopedia e Cirurgia Geral, com capacidade operacional de 248 leitos .

Seu Pronto Socorro é referência para as unidades pré hospitalares móveis e fixas, bem como de toda a demanda espontânea dessa área.

É responsável pelo atendimento de 75% das urgências e emergências nessa região.

Referência regional em gestação de alto risco, atuando conforme Programa de Humanização do Ministério da Saúde na assistência Materno Infantil.

Possui ainda Programa de Residência Médica credenciada pelo MEC em Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Urologia e participa do programa de residência de Medicina de Emergência do Hospital das Clínicas da FMUSP.

O HEVA está localizado na região sudeste do município de São Paulo, beneficiando uma população em torno de 620 mil habitantes.

Com intuito de oferecer Qualidade e Segurança ao paciente, diante do grande desafio decorrente de importante demanda de atendimento, o HEVA segue atualmente as seguintes metodologias de Qualidade em Serviços de Saúde: Organização Nacional de Acreditação no Nível Excelência – ONA 3 e Acreditação Internacional Canadense no Nível Diamante – Qmentum.

Entre os 10 hospitais públicos de excelência no Brasil – 2016
http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/estes-sao-os-34-hospitais-publicos-de-excelencia-no-brasil

Protocolos Assistenciais – SEPSE

Como melhoria para classificação dos riscos para sepse, foi modificado a cor do impresso e identificação na ficha de atendimento, otimizando o reconhecimento precoce e abertura ou não do protocolo.

No Pronto socorro a variação foi entre 0,97 a 1,12,  fechando o SMR anual em 1,04 – abaixo dos anos anteriores, muito próximo do esperado (próximo de 1) , com redução da mortalidade absoluta de 53,57% para 45,7%.

Houve também variabilidade de desempenho ao longo dos trimestres no SMR Sepse Total que ficou entre 0,97 e 1,19, fechando o SMR anual em 1,12.